Haddad passa à frente de Erundina no ranking da Mobilidade Ativa às vésperas do primeiro turno

Encerrados os debates do primeiro turno para a eleição à prefeitura de São Paulo, a Frente da Mobilidade Ativa divulga a quarta atualização de seu ranking. Luiza Erundina (PSOL) aumentou sua pontuação de 71 para 73 pontos, mas acabou cedendo o primeiro lugar para Fernando Haddad (PT), que apresentou um crescimento maior por estabelecer compromissos mais claros, subindo de 65 para 82 pontos.

Erundina passou a focar seu discurso em propostas para São Paulo, agregando pautas à mesa em vez de desviar a discussão para a esfera federal. Ainda assim, apresentou poucos compromissos além dos que já havia assumido (leia o post completo). No ranking da Mobilidade Ativa, quem se compromete mais sobe no ranking e empurra os outros candidatos para baixo.

 

2-erundina

Às vésperas da votação do primeiro turno, Haddad assume a primeira posição do ranking por ele ter assumido posições mais firmes, de confronto às propostas de outros candidatos que sinalizam com retrocessos para a mobilidade ativa, mas também por ter defendido metas mais claras.

Nos últimos debates, programas televisivos e entrevistas, Haddad defendeu de forma clara as medidas que colocou em prática em sua gestão, como a redução de velocidades, o aumento da fiscalização de motoristas transgressores e a implantação dos 400km de infraestrutura cicloviária (leia o post completo). Tais medidas fazem parte de uma agenda internacional de preservação da vida e que busca zero mortes no trânsito.

Mais do que boas ideias, o ranking da Mobilidade Ativa cobra metas, e Haddad apresentou metas claras e adequadas para a ampliação da malha cicloviária, adequação de calçadas e rede de mobilidade a pé e implantação de acessibilidade universal nos ônibus, além de sinalizar com uma expansão no sistema de bicicletas compartilhadas.

Os demais candidatos recorreram várias vezes ao bordão da “indústria da multa” (uma inverdade, já que basta que o motorista cumpra as normas de trânsito para não ser multado) e prometeram retrocessos como a elevação de velocidades. Com isso, Ricardo Young (Rede) e Marta Suplicy (PMDB) estão em uma posição intermediária, enquanto João Doria Júnior (PSDB) e Celso Russomanno (PRB) aparecem empatados em último lugar.

 

Veja os cards com o resumo dos demais candidatos (clique na imagem para o post completo).
3-young
4-marta
5-doria
6-russomano