O Brasil vive uma epidemia silenciosa de violência no trânsito. Apesar de perdermos milhares de vidas nas ruas e estradas brasileiras, discute-se pouco sobre quais as ações efetivas que os governos deveriam adotar para enfrentar essa situação alarmante. Na capital paulistana a situação não é distinta.

Leia mais

Ainda há muitos espaços para melhorar a narrativa, apesar de pontos positivos, como o acompanhamento por parte dos jornalistas de relatórios oficiais de mortes no trânsito e a velocidade ser vista como um fator que aumenta a gravidade das ocorrências com vítimas.

Leia mais

Priorizar a circulação de pedestres e ciclistas, bem como o transporte coletivo público sobre o individual, está previsto de maneira explícita nas diversas cartas regulatórias. A questão é que a maioria depende de regulamentação ou há conflitos dentro do próprio texto.

 

Leia mais